• 13/07/2018
  • 0 Comentários
  • POR Polifrete

Entenda os detalhes sobre o frete FOB


No
post anterior falamos sobre o frete CIF, e hoje, iremos explicar os detalhes do frete FOB. A maior diferença entre o frete CIF e o FOB está em quem é responsável pela mercadoria durante a entrega.

O frete CIF significa que o frete e o seguro são pagos pelo fornecedor, que é responsável pela entrega até o local de destino. Já no caso do FOB, o cliente que paga pelo frete e pelo seguro da mercadoria.

Nos contratos FOB, que significa “livre a bordo”, é o comprador que assume os riscos e custos do transporte da mercadoria. Esse tipo de transporte é mais favorável para os vendedores, que ficam livres da responsabilidade no momento que colocam a mercadoria no navio.

Os contratos FOB liberam o vendedor de responsabilidade quando os bens são enviados, ou seja, quando as mercadorias são consideradas como entregues e estão sob a responsabilidade do comprador.

Custo do Frete

No caso do frete FOB, que é contratado pelo comprador, o custo do frete, não está embutido no preço dos produtos e, portanto, seu valor é especificado na NF.

Segurança e Responsabilidade

No modelo de frete FOB os riscos são assumidos pelo cliente, assim como os custos de transporte. A responsabilidade se inicia no momento em que a carga é embarcada, até o momento da entrega. Quando o transporte é internacional, o envio da carga do ponto de origem até o momento em que ela será embarcada fica por conta do fornecedor.

É importante ressaltar que, como a contratação é feita pelo comprador, o frete não é incluso no preço das mercadorias, sendo necessário especificar essa informação na NF, no campo específico para isso. Nesse caso, o valor deve compor a base dos impostos. Independentemente da modalidade negociada, o frete será somado ao valor da nota fiscal e considerado nas cobranças de ICMS, IPI, PIS e COFINS.

A equipe do Blog Polifrete orienta você saber a diferença entre os tipos de frete, pois é essencial ao negociar, pois estando entendido das modalidades de fretes você consegue fechar um contrato mais seguro e vantajoso e lembre-se que dependendo da alternativa escolhida, a margem de lucro dos produtos será maior ou menor.

As modalidades de  frete CIF ou FOB pode ser não só uma decisão operacional como também uma decisão estratégica a ser tomada pelo gestor de logística para atingir os objetivos da empresa em um determinado período, e, como qualquer decisão estratégica não é certa ou errada, apenas funciona ou não em determinado contexto.

Por isto, tenha claro os seus objetivos e a partir daí decida se funciona ou não para o seu caso. CIF e FOB são excelentes contratos de transporte. O Blog Polifrete orienta a sempre fazer  um levantamento com calma, e, assim, escolher a opção que se encaixe melhor ao seu negócio.

 

Faz cotação de fretes? É possível você economizar em média 7% com a contratação de fretes rodoviários. Fale com um especialista para saber como! Saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *