• 26/03/2015
  • 0 Comentários
  • POR Polifrete

As rodovias federais mais perigosas do Brasil

 

Como já dizia aquele velho conselho, “todo cuidado é pouco”, e mesmo com uma vasta experiência em viagens pelo Brasil afora é bom motorista ficar sempre de olhos bem abertos para algumas rodovias federais.

Recentemente a Polícia Rodoviária Federal divulgou um relatório informando os piores trechos dos mais de 60 mil quilômetros de rodovia federal do Brasil, que no período de agosto de 2013 a julho de 2014 registrou mais de 8.400 mortes e quase 27 mil feridos em acidentes, incluindo o transporte de ônibus.

Confira abaixo as rodovias mais perigosas do Brasil segundo a PRF:

BR 222 – Ceará

O trecho entre o quilômetro 0 e 10 da BR 222 no Ceará foi considerado o mais perigoso do país. No período avaliado pela Polícia Rodoviária foram 168 acidentes graves registrados no local com 204 feridos graves e 9 mortes.

BR 101 – Santa Catarina

Em segundo lugar está o trecho entre o quilômetro 200 e 210 da BR 101 em Santa Catarina. Foram registrados 130 acidentes graves no local no período de um ano, resultando em 139 feridos graves e 6 vítimas fatais.

BR 101 – Espírito Santo

O terceiro trecho mais perigoso do país é entre os quilômetros 260 e 270 da BR 101 no Espírito Santo. A região foi responsável por 115 acidentes graves, com 138 feridos graves e 11 mortes.

Outro trecho da BR 101, também no Espírito Santo, aparece em quinto lugar do relatório. Entre os quilômetros 140 e 150 foram registrados 89 acidentes graves, com 88 vítimas graves e 12 fatais.

BR 316 – Pará

Para quem chega ou sai de Belém pela BR 316 no Pará a atenção é indispensável no quarto trecho mais perigoso do país. O trecho foi responsável por 90 acidentes graves em um ano e teve registradas 94 vítimas graves. O número de mortes no local foi de 9.

O ranking é completado pelas seguintes rodovias:

BR 262 – Espírito Santo (entre quilômetros 0-10)

BR 101 – Santa Catarina (entre quilômetros 210-220)

BR 316 – Piauí (entre quilômetros 0-10)

BR 343 – Piauí (entre quilômetros 340-350)

BR 101 – Espírito Santo (entre quilômetros 290-300)

Fonte: Campione

 

Leia também: Rodovias privatizadas e a melhora no transporte do país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *