• 28/08/2018
  • 0 Comentários
  • POR Polifrete

As maiores tendências do ano em Frete com Lucro

 Uma das maiores dificuldades na vida dos caminhoneiros autônomos é conseguir um faturamento proveniente de fretes que seja suficiente para pagar todas as contas e, ainda, proporcionar boa qualidade de vida para si e a sua família.

Trabalhar com o transporte de mercadorias e fretes de todos os tipos pelas rodovias do Brasil não é fácil, e em períodos de crise econômica, as dificuldades nas estradas aumentam os custos das operações e o esfriamento dos negócios no país, faz com que os serviços diminuam e a concorrência eleve, levando os valores dos fretes para baixo e com dificuldades de lucro.

Tendo em vista essa realidade, o caminhoneiro precisa conhecer todas as possibilidades existentes no mercado para aumentar o seu faturamento. Para isso o Blog Polifrete irá indicar para você nesta publicação, as tendências e estratégias mais inteligentes para conseguir fretes com mais lucro.

Para começar vamos lhe atentar sobre o importante papel das novas tecnologias, que além de modernizar o negócio, é uma tendência que garante grandes vantagens competitivas, eficientes e produtivas.


Estratégias

  1. Aplicativos de frete – Para os caminhoneiros autônomos, é muito difícil disputar com a capacidade de marketing e propaganda das grandes empresas de transporte. Por isso, o melhor é poder enviar propostas para os embarcadores, sem precisar esperar que eles entrem em contato pedindo orçamentos diretamente. Dessa forma, caminhoneiros de todo o país têm acesso a uma variedade de clientes sem precisar investir em propaganda ou se preocupar em ter uma equipe de atendimento e vendas. Clique aqui e conheça a plataforma Polifrete;
  2. Agarrar as oportunidades – Em épocas de concorrência alta e desvalorização dos fretes, quanto mais opções para sair do lugar-comum, melhor. Aproveite todas as oportunidades de faturamento com o seu caminhão, ou seja, o que o seu caminhão for apropriado para transportar carregue;
  3. Fretes retorno – Para melhorar o seu faturamento, é importante que o caminhoneiro aumente a eficiência de suas viagens, não perdendo a oportunidade de utilizar espaços vazios no caminhão. Dessa forma, a margem de lucro é melhorada, já que os custos podem ser diluídos em mais entregas. O frete de retorno ajuda a pagar as despesas e você ganha uma grana extra. Para isso, utilize o Polifrete, para conseguir serviços compatíveis com as datas de chegada e partida do destino.
  4. Diversificação dos serviços – Muitos caminhoneiros especializam-se em um único tipo de carga e se esquecem de outras possibilidades que o seu caminhão pode oferecer. Em um momento de baixa nos valores dos fretes e alta concorrência no mercado, vale a pena conferir outros serviços que podem ser realizados para complementar a renda.
  5. No Brasil, quase a metade dos fretes são de apenas um tipo, onde 48,3% é transporte de cargas soltas, sendo que existem vários outros tipos de fretes e cargas que podem ser transportadas e lhe render maior lucro. Alguns exigem investimento adicional, mas outros não. Que tal se especializar em outras categorias como: Cargas Frigoríficas, Cargas Vivas, Cargas Especiais e de grande porte, Cargas Líquidas não perigosas e transporte de medicamentos?
  6. Driblar a concorrência – Com uma concorrência menor você tem maiores chances de praticar um preço justo de frete, exercer e sustentar um relacionamento com seu cliente por muito mais tempo. Saiba o que transportar.
  7. Metodologia para Cálculo de Frete – É fundamental que você garanta fretes com lucro. Mas isso depende do cálculo para cobrança de frete que você adota. É preciso ter consciência de cada um dos gastos envolvidos no transporte de uma carga para garantir estabilidade financeira, como também oferecer um preço justo.
  8. Para isso, considere as horas efetivas da prestação do serviço ou faça o cálculo com base na quilometragem rodada pelo veículo. Tenha em mente que o ideal é seguir a mesma metodologia de cálculo sempre. Programe-se para os próximos cálculos serem feitos com a mesma base. Dessa forma, a empresa mantém um padrão de cobrança e pode ter uma base para futuras comparações entre rotas. Considere tudo: Peso do frete, Valor da carga, Gerencimento de Risco, Custos Fixos do Veículo, Custos Indiretos da Operação de Transporte, Pedágios. Não repita erros!
  9. Cálculo do frete como rotina – O país enfrenta a maior crise dos últimos vinte anos, e os transportadores estão entre os que mais sofrem com esta condição econômica. Por causa disso, muita gente olha apenas para o valor do frete. Fazer o cálculo de fretes não é algo tão complexo, e por isso você não pode deixar de realizar esta rotina. Calcule todos os custos fixos e variáveis que serão gerados em uma viagem antes de você aceitar um frete, permitindo que você tome uma decisão consciente.
  10. Disponibilidade – O mercado nunca vai ser ruim para todos, sempre existem oportunidades que ninguém te conta, mas para que elas apareçam você precisa estar no lugar certo e na hora certa. Fique online nos aplicativos. Se você tem dificuldades em encontrar bons fretes use a nossa plataforma Polifrete.
  11. Cuidados com caminhão – Esteja atento às suas necessidades. O seu caminhão está lhe atendendo o lhe dando despesas? Se preciso invista para ter mais retorno. Faça manutenção e não deixe que seu meio de transporte se torne um problema no futuro.
  12. Estudo e atualização –  Saber as possibilidades e oportunidades disponíveis no mercado para aumentar o faturamento e complementar a renda é importantíssimo para o caminhoneiro autônomo sobreviver a um cenário cada vez mais concorrido, por isso, esteja atento às inovações, se atualize, se interaja com as novas tecnologias e use-as ao seu favor, seja para fazer o cálculo do frete, para atrair novos clientes, extrair relatórios, e otimizar o seu faturamento.

Precisando contratar fretes? É possível você economizar em média 7% com a contratação de fretes rodoviários. Fale com um de nossos especialistas para saber como! Saiba mais.


Leia também:

Como elaborar orçamento de frete rodoviário com economia?



Twitter
Facebook
GooglePlus
Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *