• 28/06/2017
  • 0 Comentários
  • POR Polifrete

Como a FedEx se tornou uma referência em logística


A Federal Express Corporation foi fundada por Frederick W. Smith, em 1º de agosto de 1971, quando comprou a Arkansas Aviation Sales. Mais tarde se tornaria FedEx e uma das maiores referências em logística do planeta. Mas até chegar lá demoraria um tempo.

A idéia de fundar a empresa surgiu ao perceber a enorme dificuldade para enviar pequenas encomendas num prazo de um ou dois dias. Nascia a ideia central para a concepção da Federal Express. As operações começaram em 17 de abril de 1973, quando 14 aviões modelos Falcon 100 decolaram da cidade de Memphis, entregando 186 encomendas para 25 cidades americanas – de Rochester (N.Y.) à Miami. O nome Federal Express foi escolhido por razões patrióticas e por significar a abrangência de toda a federação de estados.

A cidade de Memphis, no estado do Tennessee, foi escolhida como sede da empresa por sua localização geográfica, excelentes condições meteorológicas na maior parte do ano e por apresentar espaço de sobra para expansão. Somente em julho de 1975 a empresa apresentou lucros.

Em 1981 a empresa introduziu os serviços de entregas para a América Latina e Caribe, além dos serviços de entregas de cartas no período da noite e madrugada. Por volta de 1985, a empresa crescia impressionantes 40% ao ano. Um ano depois foi a primeira a oferecer garantia de reembolso do frete. Em 1993 atingiu faturamento de US$ 1 bilhão. Era hora de começar a expansão internacional. Em 1984 Europa e Ásia, em 1988, Japão. A Federal Express comprou a Tiger International, Inc. em fevereiro de 1989 e ao integrar as aeronaves e rotas que pertenciam a Flying Tigers, tornou-se a maior empresa aérea cargueira do mundo. Mais 21 países, vários Boeing 747 e 727 e instalações levaram a , empresa a atingir um total de 200 países na ÁfricaÁsia, Austrália, Europa e Américas.

 

Veja também: O que você pode aprender em logística com a Amazon.

 

A “chegada” da FedEx

Em 1994, a Federal Express adotou o nome atual, FedEx, e criou subdivisões da marca:  FedEx Express, FedEx Ground (para entrega de pequenas encomendas via terrestre), FedEx Freight (provendo uma compreensiva logística e administração de transportes), FedEx Custom Critical (para encomendas delicadas e em curto espaço de tempo) e FedEx Trade Networks (oferecendo alta tecnologia alfandegária para facilitar o comércio de encomendas). Neste mesmo ano foi lançada a campanha com o slogan “The world on time”.

Em 1995, iniciou serviços para a China. Em 1996, a FedEx lançou o serviço FedEx International First, de entrega porta a porta às 8h horas da manhã para mais de 5.000 cidades em todo o território norte-americano. No ano seguinte anunciou a escolha do Aeroporto Internacional de Miami para a construção de suas novas instalações, avaliadas em U$50 milhões. Este centro de distribuição estenderia a presença da empresa na América Latina e no Caribe e reforçaria um elo estratégico na rede internacional da empresa.

 

Por dentro do FedEx Express World Hub

 

O cenário atual

A FedEx impressiona pelo seu tamanho gigantesco, isso inclui frotas, funcionários, capacidade de cargas transportadas e reconhecimento.

A frota de aviões da FedEx é invejável para a maioria das companhias aéreas. São mais de 700 aeronaves. Estes aviões atendem mais de 375 aeroportos pelo mundo. Somados aos mais de 80.000 veículos motorizados, a FedEx alcança mais de 220 países. Muitos destes veículos são híbridos ou totalmente elétricos.

O volume médio de entregas é impressionante: mais de 8 milhões e 500 mil unidades por dia. Com uma frota deste tamanho realizando tantas entregas por dia, é de se esperar que a tecnologia esteja presente. Cada veículo é monitorado com GPS e potentes softwares desenham a rota que cada um deles deve seguir. Neste software de roteamento de veículos tem até mesmo uma instrução para evitar que eles virem à esquerda, pois isso aparentemente leva mais tempo e gasta mais combustível por ter que esperar o tráfego no sentido contrário acabar.

 

Em menos de 50 anos, a empresa fundada por Frederick W. Smith passou de Federal Express Corporation, para FedEx; 14 aviões se transformaram em mais de 700; 25 cidades dos Estados Unidos deram lugar a milhares em mais de 220 países; saiu do patamar de mais uma empresa de entregas para se tornar uma das maiores referências em logística do planeta.

 

CTA-ebook-logistica-brasil-numeros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *