blogpolifrete75
  • 06/09/2017
  • 0 Comentários
  • POR Polifrete

Como conseguir fretes retorno?

 

Um dos maiores problemas dos motoristas autônomos e das transportadoras é fazer um frete bacana para alguma região e voltar frustrado porque não conseguiu um bom frete de retorno e voltar vazio. E quando se percebe que o frete de retorno simplesmente não está acontecendo já bate o desespero com relação às contas.

Estima-se que entre 30% e 40% dos retornos no Brasil são com caminhão vazio, por isso, hoje, o objetivo do Polifrete é mostrar que é possível reduzir os riscos em voltar para casa com o caminhão vazio e as chances de conseguir fretes de retorno.

Vamos começar explicando que o tipo de frete que você consegue no retorno para casa é fundamental para estimar tempo e rentabilidade, por isso, para saber se é interessante pegar a carga, você precisa entender cada um deles, então, segue abaixo os tipos de frete retorno:

Carga Fechada: chamada também de carga lotação, é quando a carga do cliente ocupa toda a capacidade do veículo.Normalmente a mercadoria é coletada na origem e segue diretamente para seu destino, sem paradas.Deveria ter um valor de frete mais justo pois está ocupando toda a capacidade do veículo, com um valor (produto transportado) de nota fiscal mais alto. Porém na prática o que acontece geralmente é um frete pesado que, se não for bem avaliado, pode gerar prejuízo por causa de manutenções, além disso gera um maior consumo de diesel.

Carga Dedicada: a carga dedicada acontece quando a mercadoria no veículo é exclusiva, de um único cliente. É praticamente regra nesta modalidade que o destino da carga seja único também, sem necessidade de paradas adicionais.

Carga Fracionada: agregar numa mesma viagem cargas de diferentes clientes, mas com características semelhantes. Organizar vários produtos dentro do veículo, nota fiscal de cada cliente, além de diferentes endereços de entregas, é mais trabalhoso do que entregar uma única carga.Porém as chances de conseguir um lucro maior pela viagem são grandes.

Carga Urgente: a carga é urgente, precisa chegar no destino com segurança e o mais breve possível. Este tipo de carga é normalmente exclusivo e o valor do frete é maior.

Agora o Polifrete irá listar 10 dicas para você conseguir o frete retorno:

1 – Cobre o frete de ida e volta em regiões de menos fluxo: se for aceitar um frete para regiões menos desenvolvidas você precisa colocar no valor do frete o custo da volta. O mercado está difícil, você não pode rejeitar fretes, mas muitas vezes é melhor ficar em casa do que aceitar um frete que te trará prejuízo.

2 – Liste as cidades do roteiro: pesquise na internet, pesquise a cidade para onde a carga será levada, pesquise a rota por onde irá ocorrer a viagem. Explore as regiões em busca de informações. Isso lhe oferecerá mais oportunidades de frete.Poderá até voltar um trecho vazio, mas no meio do caminho pode pegar aquele frete de retorno que compensará a viagem.

3 – Estabeleça relações com empresas em cidades de destino constante: foque em um ramo específico, consiga o contato de até 10 empresas de uma região e mantenha uma relação. Sempre que viajar para este trecho terá maiores chances de conseguir um frete de retorno.

4 – Faça contato com pequenas empresas de cargas urgentes: nos tipos de frete de retorno, as cargas urgentes são formadas por empresas de transporte de todos os tamanhos, porém as menores não possuem caminhões e carretas para o transporte de encomendas pequenas. Essa é uma ótima oportunidade para você divulgar seus serviços. Imagine quantas pequenas empresas de cargas urgentes existem nas cidades por onde você costuma passar? Então, procure na internet por estas empresas e agarre as oportunidades!

5 – Seja cuidadoso com o tempo: de nada adianta você fazer todo um planejamento da rota, pesquisar por empresas no trecho, estabelecer uma relação com estas empresas e conseguir um excelente frete de retorno, se na hora de pegar a carga você atrasa horas ou até dias. É imprescindível criar rotinas para tentar evitar ao máximo estes problemas. Então use  todas as formas, sejam antigas ou modernas, válidas para você atingir seu objetivo, que é conseguir bons fretes de retorno.

6 – Crie listas: são as melhores fontes de procura quando você precisar. Ter contigo listas de cidades de um trecho que você sempre faz, das cidades próximas, dos potenciais clientes, dos agenciadores de carga e dos chapas, é algo que pode te salvar de retornar vazio.

7 – Desenvolva atendimento para regiões com associação de empresas que atuam no mesmo segmento: no Brasil existem inúmeras regiões onde pequenas e médias empresas se uniram para competir e colaborar ao mesmo tempo, tendo maiores chances na concorrência com empresas de outras regiões ou grandes grupos. Estas alianças são chamadas de APL´s – Arranjos Produtivos Locais. Vamos citar algumas regiões: Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul: indústria de calçados femininos; Criciúma, em Santa Catarina: indústria de revestimentos cerâmicos; Cianorte, no Paraná:  empresas no ramo de confecções.

8 – Busque embarcadores que trabalham com transporte colaborativo: grandes indústrias estão todo dia procurando uma forma de reduzir seus custos. Uma das formas que elas encontraram foi preocupar-se com o retorno vazio dos veículos das transportadoras e por isto elas desenvolveram o transporte colaborativo, que é aliança com outros embarcadores do mesmo segmento para obter carga de retorno, formando um ciclo fechado de movimentação de cargas.

9 – Procure fretes na internet da forma correta: a internet tem ajudado bastante a disseminar a oferta e a procura por fretes, utilize o aplicativo Polifrete para busca e divulgação de fretes, com ele você consegue negociar bons fretes.

10 – Treinamentos: muitas vezes a chave para conseguir um bom frete de retorno é um motorista que saiba como procurar, e também saiba negociar o melhor preço. Um bom treinamento dos motoristas, explicando no detalhe cada ponto discutido aqui, pode gerar ganhos tanto para a transportadora quanto para o próprio motorista.

Precisando contratar fretes? Conheça nossa plataforma e utilize o nosso aplicativo Polifrete! Clique aqui para baixar

Encontre-nos também nas Redes Sociais:  


Twitter

Facebook

GooglePlus

Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *